Gamificação do ensino tenta engajar estudantes

Novas propostas para atividades escolares são defendidas por diferentes pesquisadores, mas especialistas também apontam os riscos de condicionamento do aluno a estudar apenas quando recompensas externas são oferecidas. Por Paula Gomes e Marina Gomes A busca por diferentes estratégias de ensino pode ter encontrado um aliado com a ascensão do conceito de gamificação, a aplicação

Pesquisadores obtêm composição alimentícia com bioativos naturais para uso em bebidas e alimentos

Um novo composto alimentício em pó foi desenvolvido por pesquisadores da Faculdade de Engenharia Química (FEQ) da Unicamp, e conta com um diferencial dos outros produtos no mercado, que é a utilização de polpa de fruta natural como fonte de bioativos antioxidantes, no lugar de aroma e sabor artificiais. O composto foi adicionado ao colágeno

Considerações sobre a construção de indicadores de CT&I e o caso da União Europeia

Por Daniela Scarpa Beneli e Silvia Angélica D. de Carvalho Os países possuem trajetórias únicas de crescimento econômico, cujos processos históricos são distintos em relação aos mecanismos de conformação das instituições, dos processos de aprendizagem e da formulação de políticas públicas. O crescimento econômico vinculado ao aprendizado tecnológico, social e político coloca a inovação na

Bioetanol em pauta

              Por Simone Pallone No dia 25 de fevereiro será lançado o livro Futuros do bioetanol: o Brasil na liderança?, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo. O livro foi produzido por 17 pesquisadores ligados ao Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação do Setor Sucroenergético (Nagise) e

Solstício Energia

Idealizada em 2009 por engenheiros foramdos na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e fundada em 2012 com a participação adicional de um advogado graduado na PUC-Rio, a Solstício Energia trabalha para tornar a energia solar fotovoltaica acessível, fortalecendo a sustentabilidade no Brasil. A empresa realiza projetos e instalações de sistemas fotovoltaicos, pesquisa e desenvolvimento em

Pirólise a tambor rotativo: entenda melhor a tecnologia

Por Juliana Ewers Confira a entrevista com o professor Edson Tomaz, da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp, sobre a tecnologia para de Pirólise a tambor rotativo. Como o senhor analisa o desenvolvimento dessa tecnologia no Brasil? E quais os benefícios da mesma? As alternativas de tratamento ou disposição final de resíduos orgânicos mais empregadas

INNOVA Energias Renováveis investe R$ 4 milhões no Parque Científico e Tecnológico da Unicamp

Por Juliana Ewers Atenta aos desafios relacionados à gestão de resíduos sólidos nos municípios brasileiros, a INNOVA Energias Renováveis, que licenciou a tecnologia italiana de Pirólise a Tambor Rotativo, instala sua primeira unidade de pesquisa no Brasil. Com um investimento da ordem de R$ 4 milhões – em três anos, considerando a aplicação em equipamentos,